Bolsa de Investigação: ARDITI-OOM/2016/009

Cargo/posição/bolsa:
Bolsa de investigação para a caracterização da pesca comercial, artesanal e pesca lúdica na Região da Madeira
Referência: ARDITI-OOM/2016/009

Área científica genérica: Biological sciences

Área científica específica:
 

Resumo do anúncio:

Bolsa de investigação para a caracterização da pesca comercial, artesanal e pesca lúdica na Região da Madeira.

Texto do anúncio

Existe pouca informação disponível sobre a pesca artesanal praticada nas águas do Arquipélago da Madeira. As embarcações são geralmente de pequena dimensão (<12 m), pelo que a maioria não é abrangida pela obrigatoriedade de preencher diários de bordo. Embora as capturas desta frota e o seu valor económico sejam baixos relativamente a outros segmentos da frota comercial da Madeira, algumas das espécies capturadas têm uma importância considerável e elevado valor económico. Este tipo de embarcações constitui a maior parte da frota pesqueira da Madeira, utilizando uma grande variedade de artes de pesca, principalmente linhas de mão, palangre de fundo e covos, tendo como espécies-alvo uma grande diversidade de espécies, principalmente peixes demersais. Será necessário realizar uma análise das capturas e esforço de pesca, baseada nos dados recolhidos pela DRP, sendo também utilizados inquéritos e diários de bordo para determinar as capturas por unidade de esforço (CPUE). O impacto da pesca lúdica sobre espécies particulares pode ser considerável. No entanto, a falta de informação sobre esta atividade não permite conhecer o impacto real de cada modalidade sobre os recursos. Face à recente implementação de legislação regional relativa à pesca lúdica, é de grande importância avaliar as medidas adotadas de modo a aconselhar a administração pública relativamente à sua adequação. O objetivo deste trabalho consiste na caracterização dos aspetos biológicos, sociais e económicos desta atividade.

Este estudo será realizado no âmbito do projeto (M 1420-01-0145-FEDER-000001-Observatório Oceânico da Madeira-OOM).

As responsabilidades do bolseiro incluem:

  • Recolha de dados no campo sobre a pesca artesanal de pequena escala e pesca lúdica, através da realização de inquéritos em todos os portos de pesca da Madeira e Porto Santo;
  • Participar em campanhas para estimativa da abundância relativa de espécies demersais na Madeira, Desertas e Porto Santo;
  • Analisar diferentes fontes de informação relativa ao esforço de pesca e capturas (inquéritos, diários de bordo, etc);
  • Realizar amostragens das capturas realizadas na pesca comercial artesanal;
  • Realizar amostragens biológicas das espécies mais importantes;
  • Efectuar um estudo preliminar dos padrões de ciclo de vida das espécies demersais mais importantes;
  • Participar na definição de estratégias de gestão sustentável dos recursos e boas práticas de pesca.
Requisitos de admissão
  • O candidato ideal deverá ter uma licenciatura em Biologia (ou áreas afins) e experiência de trabalho em recursos pesqueiros;
  • Demonstrar experiência em estudos de recursos pesqueiros e conhecimento da pesca artesanal;
  • Conhecimento de métodos de dinâmica populacional para estimativa de parâmetros biológicos;
  • Alguma experiência na análise de recursos pesqueiros;
  • Experiência de trabalho de campo (participação em campanhas de pesca experimental)
  • Publicações em revistas internacionais indexadas (preferencial);
  • Boa capacidade de comunicação e colaboração;
  • Capacidade demonstrada de trabalho autónomo e auto-motivação;
  • Bom conhecimento da língua Portuguesa escrita e falada.
Plano de trabalhos
  • Realizar uma revisão bibliográfica e analisar dados históricos relativos à pesca artesanal;
  • Participar em trabalho de campo no que se refere a amostragem biológica e estatística;
  • Participar na determinação do esforço de pesca e parâmetros biológicos das espécies demersais mais importantes e efectuar relatórios técnicos;
  • Participar na elaboração de artigos científicos para submeter a revistas internacionais indexadas com peer review.

Orientação científica e local de trabalho

O trabalho será orientado pela Dra. Lídia Gouveia e pelo Dr. Nuno Gouveia e será realizado nas instalações da Direção Regional de Pescas da Madeira / Direção de Serviços de Investigação e Desenvolvimento da Pesca.

Duração da(s) bolsa(s)

1 ano, renovável até ao máximo de 36 meses.

Subsídio de manutenção mensal

De acordo com a tabela da FCT (Fundação para a Ciência e Tecnologia). (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores.phtml.pt).

Métodos de seleção

A seleção do candidato será efetuada de acordo com os seguintes critérios:
CF = HA + EP
CF – Classificação Final
HA – Habilitações Académicas
EP – Experiência Profissional

HA:
5 valores – Licenciatura em Biologia (ou áreas afins)

EP:
5 valores - Conhecimentos sobre a atividade da pesca artesanal e lúdica na RAM: (1: Sem conhecimentos; 3: Evidencia algum conhecimento; 5: Bons conhecimentos);
5 valores – Conhecimento de métodos aplicados de biologia básica e/ou modelos de dinâmica populacional; (1: Sem conhecimento; 3: Evidencia algum conhecimento; 5: Bom conhecimento);
3 valores – Experiência de trabalho de campo (inquéritos, amostragens de recursos pesqueiros)   (0: Nenhuma experiência; 1: Menos de 2 anos; 3: Mais de 2 anos);
2 valores – Publicações prévias em revistas científicas internacionais com peer review no campo da Biologia e/ou Pescas. (comprovada através de publicações: 0.5 para cada publicação para um máximo de 2 valores);

Composição do Júri de Seleção

Dra. Lídia Gouveia
Dr. Nuno Gouveia
Dra. Graça Faria

Documentos de candidatura

- Carta de motivação (enfatizando a adequação do(a) candidato(a) a cada um dos critérios de avaliação.
- Curriculum Vitae
- Certificado da Licenciatura

Forma de publicitação/notificação dos resultados


ARDITI (http://www.arditi.pt). Via e-mail.

Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas


Formato digital para o email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. até ao dia 15 de abril de 2016

 

Cores FEDER