Concursos

Bolsa de Investigação para aluno licenciado no âmbito do projeto GESFOGO

Cargo/posição/bolsa: Bolsa de Investigação (BI) para Mestrado;

Referência: ARDITI-GESFOGO-2022-002-BI;

Área científica genérica: Sistemas de Informação;

N.º de Bolsas disponíveis: 1

 A ARDITI abre concurso para atribuição de 1 (uma) bolsa de investigação, no Laboratório de Engenharia Organizacional (EELab), no âmbito do projeto GesFoGO – Rede integral de prevenção e gestão de incêndios florestais, através de unidades móveis com georreferenciamento (MAC2/3.5b/227), nos seguintes termos:

 

Data limite para receção das candidaturas: 07-04-2022

Data prevista para o início da bolsa: 01-05-2022

Duração: 5 meses

Subsídio mensal de manutenção : 875,98 Euros

País de trabalho: Portugal

Cidade de trabalho: Funchal

Empresa/instituto empregador: ARDITI

Local de trabalho: Laboratório de Engenharia Organizacional (EELab), na ARDITI

Principal campo de investigação: Sistemas de informação

Descrição do trabalho:

O projeto GesFoGO tem como principal objetivo o desenvolvimento de uma rede abrangente de componentes de hardware e software de prevenção e gestão de incêndios florestais em tempo real, por meio de unidades móveis e um sistema informático georreferenciado. Pretende-se contribuir para uma gestão sustentável dos ambientes florestais característicos do território de atuação. O projeto inclui uma forte componente de modelação dos processos do respetivo domínio, a ser realizada também com recurso à metodologia e linguagem DEMO (Design & Engineering Methodology for Organizations – http://www.ee-institute.org). No âmbito deste projeto, a ARDITI é responsável pela modelação dos processos organizacionais e identificação de requisitos, bem como pela implementação do sistema operacional de gestão de dados e a respetiva interface gráfica de prevenção e gestão de incêndios. A natureza dinâmica de todo o domínio e necessidade de flexibilidade na adaptação das funcionalidades e dados providenciados pelo sistema providencia uma oportunidade de aplicação e inovação científica nas técnicas e ferramentas da área de Engenharia Organizacional, nomeadamente a nível de software dinâmico e geração automática de interfaces a partir de modelos organizacionais.

Este projeto irá ocorrer no seio da equipa do Enterprise Engineering Lab da ARDITI (EELab) que tem estado centrada no desenvolvimento do protótipo opensource “Dynamic Information System Modeler and Executer” (DISME), recorrendo às tecnologias/frameworks Laravel, Angular, Bootstrap e SGBDs SQL e NoSQL. Todos os componentes do DISME funcionam numa interface web (responsive, adaptável a dispositivos mobile, tablet ou PC), permitindo a visualização e edição incremental de diagramas/modelos/processos organizacionais, bem como, através de um dashboard, a execução dos mesmos na forma de um sistema de informação dinâmico.

O/A investigador/a irá colaborar:

  • Em atividades para modelar processos organizacionais e identificar requisitos, com base no protótipo DISME.
  • No desenvolvimento/extensão de componentes da plataforma DISME, adaptando-a ao cenário de utilização da rede GesFoGO, nomeadamente, mas não só: um componente para integração com outros componentes de software da arquitetura global desta rede através de uma interface REST e um componente para a conceção e execução de regras de ação.
  • No desenvolvimento do sistema de comunicação que agregará os diversos componentes do sistema GesFoGO.
  • Na testagem no terreno do protótipo do sistema GesFoGO.
  • Na preparação e redação de artigos para submissão a conferências e revistas sobre Engenharia de Software, Sistemas de Informação, Sistemas de Apoio à Decisão, Engenharia Organizacional e áreas afins, referentes aos resultados deste projeto e iniciativas de investigação relacionadas no EELab.

Os/As candidatos/as devem satisfazer os seguintes requisitos, aptidões e competências:

  • Inscrição no 2º ano de um mestrado na área de Engenharia Informática ou área afim.
  • Experiência em sistemas de apoio à decisão.
  • Experiência em engenharia organizacional.
  • Experiência na metodologia DEMO.
  • Experiência na plataforma pentaho (business intelligence) e Node.js.
  • Experiência no desenvolvimento de aplicações web e bases de dados.
  • Conhecimentos das linguagens de programação HTML, Javascript, CSS e SQL.

Local de trabalho:

O trabalho será realizado no EELab, ARDITI (Funchal, Portugal), sob a supervisão do Prof. Doutor David Aveiro.

 

Duração da bolsa de estudo:

A bolsa terá uma duração de 5 meses, com uma data de início prevista a 1 de maio de 2022.

 

Subsídio mensal de manutenção:

O/A investigador/a receberá uma bolsa mensal de 875,98 euros, isento de impostos.

Os regulamentos aplicáveis a esta bolsa são determinados pela ARDITI (https://cloud.arditi.pt/index.php/s/wJGZEAJWaQx6wcx?path=%2FRegulamentos%2FBolsas).

 

Como candidatar-se:

Até ao dia 07-04-2022, os/as interessados/as devem enviar a sua candidatura por e-mail para o endereço Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., com o assunto: ARDITI-GesFoGO-2022-002-BI.

Os seguintes elementos devem ser anexados ao e-mail:

A. Curriculum Vitae atualizado.

B. Carta de motivação, explicando como o/a candidato/a preenche os requisitos do concurso.

C. Comprovativo de inscrição num mestrado na área de Engenharia Informática ou área similar, incluindo a lista de unidades curriculares concluídas e respetivas notas.

D. Certificado de conclusão da licenciatura, incluindo a lista de unidades curriculares concluídas e respetivas notas.

E. Lista de projetos (ou experiência anterior) na área (opcional).

 

Critérios de seleção:

Os critérios de avaliação das candidaturas basear-se-ão na apreciação conjunta dos seguintes critérios (numa escala de 0 a 20 valores):

  • Média das notas atribuídas a unidades curriculares concluídas, na área de engenharia organizacional (20%)
  • Média das notas atribuídas a unidades curriculares concluídas, na área de sistemas de apoio à decisão (20%)
  • Média das notas atribuídas às unidades curriculares já concluídas no curso de mestrado (25%)
  • Média final da formação académica de grau de licenciado (20%);
  • Motivação demonstrada para trabalhar no projeto (15%).

O júri poderá entrevistar, por videoconferência, os 3 primeiros classificados. A avaliação da entrevista é expressa numa escala numérica de 0 a 20 valores.

No caso de ser realizada entrevista, é atribuindo um fator de ponderação de 80% à nota da avaliação do percurso curricular e um fator de ponderação de 20% à nota da entrevista.

 

Painel de seleção:

  • Presidente: Doutor David Aveiro, Professor da Universidade da Madeira
  • Vogal: Doutor João Zambujal de Oliveira, Professor da Universidade da Madeira
  • Vogal: Doutora Dulce Pacheco, Investigadora da ARDITI

  

Notificação de resultados:

Os resultados finais serão notificados aos candidatos por e-mail.

 

Notas:

  • O processo de seleção será baseado no princípio da não discriminação sexual, de idade, de nacionalidade, de religião, de grupo racial, ou qualquer outra possível questão discriminatória. A seleção será efetuada apenas com base no mérito e de acordo com a Carta Europeia do Investigador, o Código de Conduta para o Recrutamento de Investigadores (Recomendação da Comissão, Bruxelas, 11.3.2005, 2005/251/CE) e as recomendações da Declaração de São Francisco sobre Avaliação da Investigação (DORA).
  • A ARDITI é uma "organização de acolhimento de refugiados" reconhecida pela Comissão Europeia, segue a Carta Europeia do Investigador e acolhe favoravelmente as candidaturas de todas as pessoas qualificadas.
  • O prazo de candidatura pode ser prorrogado em qualquer altura, sem aviso prévio, tendo em conta os requisitos para as vagas em aberto no âmbito do presente convite.

Subscreva a newsletter

Por favor habilite seu javascript para enviar este formulário

Pesquisa

Copyright © 2022 ARDITI