Resultados preliminares do estudo de conectividade do cachalote na área da Macaronésia

ligado .

Matches AZ MAD OOMUm trabalho colaborativo, entre os Açores, Madeira e Canárias, permitiu identificar padrões de conectividade do cachalote entre estes 3 arquipélagos, verificando-se a existência de indivíduos que se movimentam entre estas ilhas.

São várias as entidades e projetos envolvidos neste estudo, entre os quais, o Whale Tales Project, liderado por investigadores do MARE/OOM/ARDITI, cujo contributo nesta fase se centrou na organização de um catálogo de fotografias de barbatanas caudais de cachalotes avistados na Madeira ao longo de vários anos. A foto-identificação tem sido a metodologia utilizada para reconhecer a presença dos mesmos indivíduos nestas ilhas. Os catálogos estão em permanente atualização e no decorrer do projeto espera-se obter mais informação sobre os movimentos desta espécie nas ilhas da Macaronésia.

O Whale Tales Project é financiado pelo FUNDO para a Conservação dos Oceanos, criado pelo Oceanário de Lisboa e pela Fundação Oceano Azul.

RIS3 - NET: Workshop do Projeto Piloto Agroalimentar

ligado .

Promo 2

 

Na sequência de um ciclo de três workshops, no âmbito do projeto RIS3-NET, na Madeira, Canárias e Açores, realizou-se, no passado dia 30 de janeiro, o Workshop do Projeto Piloto Agroalimentar da responsabilidade da ARDITI, com organização da FRCT (Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia dos Açores), que teve lugar no TERINOV: Parque de Ciência e Tecnologia da Terceira, Açores. 
Foram discutidos os obstáculos e as soluções propostas pelos participantes no acesso aos fundos de apoio para os projetos I+D+i dos Açores. Da ARDITI, participaram Alberto Grilo (Gestor do Projeto) e Paulo Abreu.

Projeto de investigação e conservação que vai estudar o cachalote no Arquipélago da Madeira já fez as primeiras saídas de mar

ligado .

Imagem01 RFerreira min

 

Já está em marcha o Whale Tales Project, um projeto de investigação e conservação que pretende estudar o cachalote (Physeter macrocephalus) nas águas Madeirenses. O projeto iniciou-se em janeiro, com a realização de várias saídas de mar a sul da ilha da Madeira, levadas a cabo pelos investigadores do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE-Madeira)/Observatório Oceânico da Madeira (OOM)/Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação Tecnologia e Inovação (ARDITI) Ana Dinis, Filipe Alves e Rita Ferreira, e que resultaram em vários encontros com cachalotes, possibilitando a recolha de fotografias para identificação de indivíduos e biópsias para estudos genéticos, fisiológicos e toxicológicos. Este projeto tem como objetivo aumentar o conhecimento científico sobre a utilização do habitat e sobre a condição fisiológica do cachalote nas águas insulares da Macaronésia, com foco no arquipélago da Madeira, onde existe menos informação. A metodologia aplicada é multidisciplinar e inovadora, pois combina as áreas da ecologia espacial, ecofisiologia e ecotoxicologia. Espera-se que o Whale Tales Project produza informação fundamental sobre o cachalote que leve à promoção de comportamentos e atitudes positivas em prol da conservação do oceano. O Whale Tales Project é financiado pelo FUNDO para a Conservação dos Oceanos, criado pelo Oceanário de Lisboa e pela Fundação Oceano Azul, no valor de cinquenta mil euros e terá a duração de três anos.

ARDITI dirige grupo de trabalho sobre agroindústria em workshop ocorrido no âmbito da estratégia de especialização inteligente na região Macaronésia

ligado .

Workshop Canarias 1Decorreu na passada quinta-feira (29 de novembro), em Gran Canaria, um workshop organizado pela Agencia Canaria de Investigación, Innovación y Sociedad de la Información, que contou com grupos de trabalho setoriais em áreas consideradas prioritárias na Estratégia de Especialização Inteligente (RIS3) das Canárias, Açores e Madeira e onde a Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação, Tecnologia e Inovação (ARDITI) esteve representada.

Estes grupos de trabalho, criados no contexto do projeto RIS3 – NET (Projeto de cooperação Inter-regional para o Crescimento Inteligente das Regiões da Macaronésia, financiado por fundos do Programa Interreg MAC 2014-2020), reúnem entidades privadas, centros de investigação e empresas com o mesmo objetivo. Por um lado, identificar os obstáculos que têm vindo a impedir o crescimento nas três áreas prioritárias identificadas (turismo, agroindústria e economia azul) e, por outro, definir estratégias de atuação comum aos três arquipélagos.

No workshop da semana passada foram discutidas as ações-piloto que têm vindo a ser aplicadas nas áreas Agroalimentar e Turismo. A ação-piloto na área Agroalimentar tem estado a cargo da ARDITI enquanto a ação-piloto do Turismo tem sido dirigida pela FRCT - Fundação Regional para a Ciência e a Tecnologia (Açores). Em ambos os casos, a implementação das metodologias utilizadas tem contado com o apoio de técnicos do Instituto Tecnológico de Carnarias e da PLOCAN - Plataforma Oceánica de Canarias e a coordenação tem sido feita pelo chefe da área de I+D+i da Agencia Canaria de Investigação, Innovación y Sociedad de la Información. Entre os objetivos do projeto RIS3NET está a criação de uma Plataforma Transregional de especialização Inteligente do espaço MAC que agregue todos os recursos, ações e ferramentas disponíveis, e que possa liderar a estratégia de especialização inteligente a nível internacional.

Ciência do Mercado 2018 - Programa

ligado .

Poster CM2018

Integrada na Semana da Ciência e Tecnologia que se celebra a nível nacional entre 19 e 25 de Novembro, a ARDITI promove o evento Ciência no Mercado no próximo dia 21 de Novembro, entre as 18h00 e as 22h00, na Praça do Peixe do Mercado dos Lavradores (Funchal).

Esta iniciativa, que vai na 4ª edição, pretende ser uma mostra da Ciência e Tecnologia que se faz na Região, aberta ao público em geral, para que todos possam ver, interagir, participar.

Já está disponível para download o programa detalhado, o programa resumido e a lista de entidades participantes.