22-24 Maio 2019 | Extensão do Festival CineEco no Funchal

ligado .


 


Observatório Oceânico da Madeira organiza 3 dias de exibição de filmes que integraram a edição de 2018 do festival CineEco Seia.

CineEco – Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela é o único festival de cinema em Portugal dedicado à temática ambiental. Este festival oferece ao público um cinema de qualidade e cinematografias pouco conhecidas e alternativas em relação ao mercado tradicional.

Nesta primeira extensão deste festival na ilha da Madeira, o Observatório Oceânico da Madeira apresenta uma seleção de filmes da edição de 2018. Os temas abordados nos filmes que serão exibidos centram-se na preservação dos oceanos, nas alterações climáticas, no lixo e na ruralidade em Portugal.


Programa:

22 maio, 18h30 >> Os Padrões do Oceano (45´) + Haenyo, As mulheres do Mar (5´)

23 maio, 18h30 >> 9 Meses de Inverno e 3 de Inferno (94`)

24 maio, 18h30 >> Com Vista para o Lixo (52`) + A Plasticaria (6`)

               20h30 >> A Arca de Anote (77´)

Local: Ed. Madeira Tecnopolo, Piso -1, Sala Ursa Menor 2

Entrada gratuita. Lotação limitada à capacidade da sala.

Mais info: https://oom.arditi.pt/

Ação de formação em Cabo Verde inclui Projeto RIS3_Net

ligado .

IMG 2096

Decorre, entres os dias de ontem e hoje (20 e 21 de março de 2019), na Praia, em Cabo Verde, uma ação de formação da Macaronésia sobre o conceito de estratégia de especialização inteligente. A ARDITI está representada por Alberto Grilo e Paulo Abreu. 

O encontro reúne técnicos de Cabo Verde, Açores, Madeira e Canárias (região da Macaronésia) na Nosi Akademia, na Praia, no âmbito do programa denominado “Interreg MAC 2014 – 2020”. Nesta formação, é feita uma primeira abordagem ao conceito de estratégia de Especialização Inteligente e como desenvolvê-lo, conhecendo em primeira mão a experiência da Madeira, Açores e Canárias, regiões que trabalham em conjunto uma Esratégia de Especialização (RIS3_Net). 

Os objetivos principais desta reunião de dois dias consistem em conhecer o conceito de "Estratégia de Especialização Inteligente" e quais os benefícios que ela pode trazer para as regiões, assim como apresentar o projeto RIS3_Net e os resultados obtidos após a realização de uma Estratégia de Especialização Inteligente entre a Madeira, Açores e Canárias.

Mais informações: https://bit.ly/2un3CSu.

Resultados preliminares do estudo de conectividade do cachalote na área da Macaronésia

ligado .

Matches AZ MAD OOMUm trabalho colaborativo, entre os Açores, Madeira e Canárias, permitiu identificar padrões de conectividade do cachalote entre estes 3 arquipélagos, verificando-se a existência de indivíduos que se movimentam entre estas ilhas.

São várias as entidades e projetos envolvidos neste estudo, entre os quais, o Whale Tales Project, liderado por investigadores do MARE/OOM/ARDITI, cujo contributo nesta fase se centrou na organização de um catálogo de fotografias de barbatanas caudais de cachalotes avistados na Madeira ao longo de vários anos. A foto-identificação tem sido a metodologia utilizada para reconhecer a presença dos mesmos indivíduos nestas ilhas. Os catálogos estão em permanente atualização e no decorrer do projeto espera-se obter mais informação sobre os movimentos desta espécie nas ilhas da Macaronésia.

O Whale Tales Project é financiado pelo FUNDO para a Conservação dos Oceanos, criado pelo Oceanário de Lisboa e pela Fundação Oceano Azul.

RIS3 - NET: Workshop do Projeto Piloto Agroalimentar

ligado .

Promo 2

 

Na sequência de um ciclo de três workshops, no âmbito do projeto RIS3-NET, na Madeira, Canárias e Açores, realizou-se, no passado dia 30 de janeiro, o Workshop do Projeto Piloto Agroalimentar da responsabilidade da ARDITI, com organização da FRCT (Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia dos Açores), que teve lugar no TERINOV: Parque de Ciência e Tecnologia da Terceira, Açores. 
Foram discutidos os obstáculos e as soluções propostas pelos participantes no acesso aos fundos de apoio para os projetos I+D+i dos Açores. Da ARDITI, participaram Alberto Grilo (Gestor do Projeto) e Paulo Abreu.

Projeto de investigação e conservação que vai estudar o cachalote no Arquipélago da Madeira já fez as primeiras saídas de mar

ligado .

Imagem01 RFerreira min

 

Já está em marcha o Whale Tales Project, um projeto de investigação e conservação que pretende estudar o cachalote (Physeter macrocephalus) nas águas Madeirenses. O projeto iniciou-se em janeiro, com a realização de várias saídas de mar a sul da ilha da Madeira, levadas a cabo pelos investigadores do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE-Madeira)/Observatório Oceânico da Madeira (OOM)/Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação Tecnologia e Inovação (ARDITI) Ana Dinis, Filipe Alves e Rita Ferreira, e que resultaram em vários encontros com cachalotes, possibilitando a recolha de fotografias para identificação de indivíduos e biópsias para estudos genéticos, fisiológicos e toxicológicos. Este projeto tem como objetivo aumentar o conhecimento científico sobre a utilização do habitat e sobre a condição fisiológica do cachalote nas águas insulares da Macaronésia, com foco no arquipélago da Madeira, onde existe menos informação. A metodologia aplicada é multidisciplinar e inovadora, pois combina as áreas da ecologia espacial, ecofisiologia e ecotoxicologia. Espera-se que o Whale Tales Project produza informação fundamental sobre o cachalote que leve à promoção de comportamentos e atitudes positivas em prol da conservação do oceano. O Whale Tales Project é financiado pelo FUNDO para a Conservação dos Oceanos, criado pelo Oceanário de Lisboa e pela Fundação Oceano Azul, no valor de cinquenta mil euros e terá a duração de três anos.