Projeto BASE

Este projeto tem por objetivo avaliar, através de sensoriamento, o comportamento da bananeira em todo o seu ciclo de produção. Um dos focos do projeto é georreferenciar todos os terrenos existentes na Região Autónoma da Madeira, que se dedicam ao cultivo da banana, como forma de ter informação sobre a localização, dimensão do terreno, número de plantas existentes, condições de cultivo, etc, que permitam a todo o momento a GESBA ter presente um conjunto de informações indispensáveis à sua atividade principal de comercialização do produto banana. Por outro lado, pretende-se, através da monitorização constante, recorrendo a sensores, identificar variáveis que, no ciclo produtivo da banana, influenciam de forma decisiva o seu crescimento e, posteriormente actuar sobre estas mesmas variáveis por forma a introduzir melhorias na comercialização do produto. Por último, e tendo sempre presente a necessidade de oferecer ao público um produto de excelência, temos por indispensável intervir no sentido de melhorar as condições de transporte dos cachos de bananas. Face às caraterísticas da nossa ilha e tendo em conta as condições e os locais onde ocorre o cultivo da banana, o transporte dos cachos de bananas, desde a bananeira até ao ponto de recolha, é feito de forma manual pelos próprios agricultores, que na grande maioria dos casos, transportam os cachos nas suas próprias costas percorrendo grandes distâncias em condições adversas. Por esta razão e como forma de garantir a excelência do produtos pretende-se automatizar este transporte aplicando um sistema de teleférico que permita evitar todo este esforço suplementar por parte dos agricultores.

Resumidamente, o projeto apresenta três objetivos claros:

1) Georreferenciar todas as parcelas de terreno, existentes na região, capazes de serem utilizadas no cultivo da banana;

2) Analisar, de forma exaustiva, todo o ciclo produtivo da banana, recorrendo à colocação de sensores e estudos agronómicos piloto, que permitirão recolher e validar informação (dados), que será transmitida para uma plataforma centralizada de dados, posteriormente analisados e utilizados no acompanhamento e otimização da produção e monitorização da sua qualidade;

3) Criar um sistema de transporte dos cachos de banana, desde a bananeira até ao centro de recolha, que permita suprir condicionalismos que se verificam hoje em dia, como sejam, a falta de mão de obra disponível, condições climatéricas adversas, orografia dos terrenos que dificultam o transporte.

Designação do Projeto:   BASE - BAnana SEnsing (PRODERAM20-16.2.2-FEADER-01810)
Programa:   PRODERAM 2020/IFAP
Data de Início:   01/06/2021
Data de Conclusão:   30/06/2023
Orçamento Total:   552 541,60 €
Apoio Financeiro:   497 287,44 €
Orçamento ARDITI:   85 963,72 €
Apoio Financeiro ARDITI:   77 367,35 €
Coordenador:   GESBA-Empresa de Gestão do Sector da Banana, Lda.
Parceiros:   ARDITI, ALTICE Labs e Universidade da Madeira 


 

proderam

Este projeto está alinhado com o seguinte Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

E Inverted Icons WEB 03

Pesquisa

Copyright © 2023 ARDITI