ARDITI: Newsletter nº 52

ARDITI: Newsletter nº 52

Newsletter

Agosto, 2022

Publicações



Anthropogenic pressure leads to more introductions: Marine traffic and artificial structures in offshore islands increases non-indigenous species, com co-autoria de Nuno Castro, Ignacio Gestoso, Carolina S. Marques, Patrício Ramalhosa, João G. Monteiro, José L. Costa, João Canning-Clode, publicado na revista Marine Pollution Bulletin.


Impact of age, VR, immersion, and spatial resolution on classifier performance for a MI-based BCI, com co-autoria de Diego Blanco-Mora, Audrey Aldridge, Carolina Jorge, Athanasios Vourvopoulos, Patricia Figueiredo, Sergi Bermúdez i Badia, publicado na revista Brain-Computer Interfaces.


Bacterial cellulose biopolymers: The sustainable solution to water-polluting microplastics, Marisa Faria, César Cunha, Madalena Gomes, Ivana Mendonça, Manfred Kaufmann, Artur Ferreira, Nereida Cordeiro, publicado na revista Water Research.

TrabalhoS de campo


Os investigadores do MARE-Madeira estão com a expedição MARE@DESERTAS 2022 em mãos, com a colaboração do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, RAM e Direção Regional do Mar. Os objetivos desta campanha são de realizar censos subaquáticos, avaliar a abundância relativa do organismo, estimar a percentagem de cobertura de diferentes organismos sésseis. Acompanhados por um fotógrafo subaquático, cada estação de estudo é composta por uma equipa de três mergulhadores, para identificar o tipo de substrato e organismos e avaliar a abundância relativa do organismo séssil e a estrutura da comunidade. Além disso, em cada estação, um dos mergulhadores capta 10 fotografias de um quadrado de PVC de 50x50cm para estimar a percentagem de cobertura de diferentes organismos sésseis (por exemplo, esponjas, algas, crustáceos). A missão MARE@DESERTAS 2022 continuará durante todo o Verão com censos subaquáticos adicionais e outros trabalhos previstos para os próximos meses. Fotos captadas por Nuno Rodrigues.


Um veículo subaquático operado remotamente (ROV) pilotado pelos investigadores João Monteiro e Patrício Ramalhosa, recuperou um sensor oceanográfico instalado numa bóia ao largo da Calheta. O sistema tinha sido usado para a monitorização meteo-oceanográfica nas imediações das instalações de aquacultura ali existentes. O projeto resulta de uma parceria entre a ARDITI, através do OOM, da empresa MARISMAR e do HEREON. A cooperação entre grupos de investigação regionais e o profissionalismo das intervenções tem vindo a aumentar o grau de confiança dos parceiros internacionais que investem cada vez mais na Região.


Os investigadores João Monteiro, Rodrigo Silva e Sonia Gueroun, juntaram-se ao fotógrafo subaquático Uli Kunz para explorar o zooplâncton em águas madeirenses. Os mergulhos noturnos permitiram observar organismos gelatinosos, recolher amostras de medusas, larvas de peixes e crustáceos e fazer o registo fotográfico de alguns destes organismos.

EVENTOS


Entre os dias 3 e 4 de agosto, os parceiros do projeto GesFoGO, de Canárias, Cabo Verde, e Instituto das Florestas e da Conservação da Natureza, realizaram reuniões de consórcio e testes do sistema desenvolvido no âmbito do projeto, na Madeira. Desta feita, fizeram uma visita à ARDITI no dia 4 de agosto, para conhecer os seus projetos e comunidade científica.


As investigadoras Ana Dinis e Annalisa Sambolino, participaram na 24th Biennial Conference on the Biology of Marine Mammals em West Palm Beach, Flórida, EUA, onde deram duas palestras entre 1 e 5 de agosto. O trabalho da equipa do MARE-Madeira foi também apresentado online com duas palestras num workshop paralelo e quatro posters. A presença das duas investigadoras nesta conferência foi parcialmente apoiada pela Fundação Luso-Americana através da bolsa Papers@USA.


Ao longo do mês de agosto, continuaram a decorrer as atividades de Ciência Viva no Verão (CVV). No Dia Mundial da Fotografia, celebrado a 19 de agosto, a ARDITI organizou, em colaboração com o Museu de Fotografia da Madeira - Atelier Vicente’s, a atividade "Cianotipia - um processo fotográfico histórico". Os participantes, para além de conhecerem brevemente a história da fotografia, realizaram o workshop "Cianotipia - um processo fotográfico histórico" que permite fazer revelações em tons de azul. No dia 30 de agosto, realizou-se uma sessão extra, para além das duas previstas. Estas atividades serviram para sensibilizar para a valorização do património fotográfico e dar a conhecer o espólio do museu.

A 26 de agosto, Sónia Costa esteve no Parque de Santa Catarina com Duarte Olim, do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, RAM, para falar um pouco sobre o tema "Floresta Urbana", uma outra atividade inserida na CVV. Com esta pretendeu-se relevar a importância das árvores em contexto urbano e os benefícios que estas prestam à comunidade, quantificado em numerosos serviços de ecossistema que, quando prestados em pleno, garantem cidades mais sustentáveis e capazes de responder aos desafios atuais.

EXPOSIÇÃO


Até dia 31 de dezembro de 2022, a exposição "À descoberta dos ROVs" pode ser vista no Museu de História Natural do Funchal. Esta exposição, produzida no âmbito do projeto ROV4ALL, financiado pelo Fundo Azul da DGPM - Direção-Geral de Política do Mar, é composta por 9 painéis com conteúdos informativos sobre este tipo de veículos (ROV - veículos operados remotamente) e por alguns ROVs construídos em contexto escolar por alunos de escolas da RAM.‍

Nos Media


Foram feitas duas reportagens acerca da atividade de CVV "Floresta Urbana"‍, uma ação que alerta que o "Funchal tem poucos espaços verdes para o número de habitantes". pode ouvir aqui e aqui.

Leia a página mensal da ARDITI publicada na versão impressa de 30 de agosto, sobre os trabalhos de ciência e tecnologia desenvolvidos pelos nossos investigadores.

A RTP Madeira fez uma reportagem sobre a ação de Ciência Viva no Verão "Cianotipia: um processo fotográfico histórico". Pode ver a notícia, na parte 2, minuto 18:50.

"À descoberta dos ROVs", exposição que estará patente no Museu de História Natural do Funchal até 31 de dezembro, foi notícia nos meios de comunicação social. Pode ver a entrevista na RTP Madeira, Parte 2, minuto 5:05 ou ouvir na antena 1.

recrutamento


Concurso de selecção internacional para Doutorado/a no âmbito do projeto Marine SABRES. Está aberto um procedimento concursal de seleção internacional para um lugar de investigador/a doutorado/a para o exercício de atividades de Investigação na(s) área(s) científica(s) de Ecologia Marinha/Serviços Ambientais/Biodiversidade, com ênfase em sistemas insulares, em regime de contrato de trabalho a termo incerto ao abrigo do Código do Trabalho.

OUTROS


Breve registo em vídeo do trabalho desenvolvido pelo projeto ROV4ALL - Construção de robôs submarinos em contexto escolar, nas escolas, financiado pelo Fundo Azul da DGPM - Direção-Geral de Política do Mar. O ROV4ALL distribuiu 113 kits educativos por 47 escolas dos Açores, Madeira, Lisboa e Algarve, tendo envolvido mais de 1000 alunos e mais de 100 professores na construção de pequenos ROVs educativos.


Pequena compilação em vídeo dos encontros regionais 2021/2022, do Projeto ROV4ALL, realizados no Algarve, Lisboa e Madeira.‍


A ARDITI abriu a 1ª edição do Concurso de Estímulo ao Emprego Científico Individual, tendo em vista a celebração de 4 contratos de trabalho com investigadores/as doutorados/as, ao abrigo do Regulamento do Emprego Científico da ARDITI.‍ Esteja atento às próximas edições.

Investigadores do Neuro Rehab Lab irão estar presentes na conferência IEEE MetroXRAINE 2022 - Metrology for Extended Reality, Artificial Intelligence and Neural Engineering, para apresentar o artigo "Enhancing Motor-Imagery Brain-Computer Interface Training With Embodied Virtual Reality: A Pilot Study With Older Adults". Esta conferência internacional irá decorrer entre 26 e 28 de outubro, em Roma, Itália.