Projeto de investigação e conservação que vai estudar o cachalote no Arquipélago da Madeira já fez as primeiras saídas de mar

ligado .

Imagem01 RFerreira min

Já está em marcha o Whale Tales Project, um projeto de investigação e conservação que pretende estudar o cachalote (Physeter macrocephalus) nas águas Madeirenses. O projeto iniciou-se em janeiro, com a realização de várias saídas de mar a sul da ilha da Madeira, levadas a cabo pelos investigadores do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE-Madeira)/Observatório Oceânico da Madeira (OOM)/Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação Tecnologia e Inovação (ARDITI) Ana Dinis, Filipe Alves e Rita Ferreira, e que resultaram em vários encontros com cachalotes, possibilitando a recolha de fotografias para identificação de indivíduos e biópsias para estudos genéticos, fisiológicos e toxicológicos.

Este projeto tem como objetivo aumentar o conhecimento científico sobre a utilização do habitat e sobre a condição fisiológica do cachalote nas águas insulares da Macaronésia, com foco no arquipélago da Madeira, onde existe menos informação. A metodologia aplicada é multidisciplinar e inovadora, pois combina as áreas da ecologia espacial, ecofisiologia e ecotoxicologia. Espera-se que o Whale Tales Project produza informação fundamental sobre o cachalote que leve à promoção de comportamentos e atitudes positivas em prol da conservação do oceano.

Whale Tales Project é financiado pelo FUNDO para a Conservação dos Oceanos, criado pelo Oceanário de Lisboa e pela Fundação Oceano Azul, no valor de cinquenta mil euros e terá a duração de três anos.

ARDITI dirige grupo de trabalho sobre agroindústria em workshop ocorrido no âmbito da estratégia de especialização inteligente na região Macaronésia

ligado .

Workshop Canarias 1Decorreu na passada quinta-feira (29 de novembro), em Gran Canaria, um workshop organizado pela Agencia Canaria de Investigación, Innovación y Sociedad de la Información, que contou com grupos de trabalho setoriais em áreas consideradas prioritárias na Estratégia de Especialização Inteligente (RIS3) das Canárias, Açores e Madeira e onde a Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação, Tecnologia e Inovação (ARDITI) esteve representada.

Ciência do Mercado 2018 - Programa

ligado .

Poster CM2018Integrada na Semana da Ciência e Tecnologia que se celebra a nível nacional entre 19 e 25 de Novembro, a ARDITI promove o evento Ciência no Mercado no próximo dia 21 de Novembro, entre as 18h00 e as 22h00, na Praça do Peixe do Mercado dos Lavradores (Funchal).

Esta iniciativa, que vai na 4ª edição, pretende ser uma mostra da Ciência e Tecnologia que se faz na Região, aberta ao público em geral, para que todos possam ver, interagir, participar.

Já está disponível para download o programa detalhado, o programa resumido e a lista de entidades participantes.

Madeira integra projeto europeu aprovado no âmbito do programa H2020 com o objetivo de reforçar a capacidade de investigação e desenvolvimento nas Regiões Ultraperiféricas (RUPs) – Projeto FORWARD

ligado .

ArditiNo âmbito do programa-quadro de financiamento europeu Horizonte 2020 (H2020), no concurso (call SwafS-22-2018: Mobilising Research Excellence in EU Outermost Regions) da Comissão Europeia (DG RTD), especificamente direcionado para as Regiões Ultraperiféricas (RUPs), foi esta semana aprovado o projeto europeu FORWARD (Fostering Research Excellence in EU Outermost Regions), no qual a Madeira irá participar através da Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação Tecnologia e Inovação (ARDITI) e da Universidade da Madeira (UMa) como parceiras principais.