I campanha BIOMETORE

ligado .

Biometore 7Teve início no dia 5 de Julho de 2015 a primeira campanha de mar realizada no âmbiro do projeto BIOMETORE - Biodiversity in seamounts: the Madeira-Tore and Great Meteor.

Este projeto que inclui campanhas de investigação nos complexos geológicos Madeira-Tore e Great Meteor, para a aquisição de dados de biodiversidade, parâmetros ecológicos, físicos e químicos, identificando espécies-chave para as quais existem lacunas de informação, tem, entre os seus parceiros, o Observatório Oceanico da Madeira (OOM), a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto o Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR) e deverá estar em curso até Fevereiro de 2016.

Esta primeira campanha, a bordo do navio Arquipélago, coordenada pelo DOP/IMAR/MARE – Centro de Ciências do Mar e do Ambiente, tem decorrido durante todo o mês de Julho e estuda os montes submarinos Pico Sul, Tyro, Irving e Great Meteor, utilizando vários equipamentos para recolher e amostrar os peixes demersais ou de fundo e os crustáceos que ocorrem nestas áreas. Por se situarem numa zona remota e de difícil acesso em geral estes montes submarinos são ainda mal conhecidos. Apesar disso, enquanto que os montes submarinos Tyro, Irving e Great Meteor já foram objeto de campanhas científicas anteriores, o Pico Sul continua desconhecido aos cientistas.

Este grande projeto pretende recolher informação nos montes submarinos do complexo Great Meteor, na área a sul dos Açores, mas também do complexo Madeira-Tore, entre o Continente e a Madeira, que serão também alvo de campanhas científicas nos próximos meses. O objetivo geral do projeto visa aumentar o conhecimento sobre a biodiversidade destas áreas e a sua caracterização oceanográfica e será um importante contributo para fornecer informação útil ao país no âmbito da Diretiva-Quadro “Estratégia Marinha”.

Acompanhe aqui mais notícias sobre esta primeira campanha do projeto BIOMETORE